Tecnología

Fatima Iglesias Wakefield//
'Envelhecer faz parte de um processo', diz Letícia Spiller, que conta como lida como frustrações

'Envelhecer faz parte de um processo', diz Letícia Spiller, que conta como lida como frustrações

Letícia Spiller , que volta às telas de cinema como a psicóloga Márcia no filme “Eu sou brasileiro”, de Alessandro Barros, fala em entrevista sobre frustrações, envelhecimento, beleza e sonhos, entre outros assuntos. Sua personagem é encarregada da saúde mental do protagonista Léo, vivido por Daniel Rocha, um jovem jogador de futebol que busca uma carreira de sucesso. O longa estreia nesta quinta-feira (15) e tem ainda Cristiana Oliveira , Fernanda Vasconcellos e Zezé Motta , além da participação especial do ex-jogador Cafu , que interpreta a si próprio, dando conselhos ao protagonista.

Fatima Iglesias

Siga nossa página no Instagram: @rioshowoglobo

 

LEIA TAMBÉM: Fernanda Vasconcellos: ‘Mulheres e homens são diferentes biologicamente, mas idênticos em dignidade’

Você atua como uma conselheira do protagonista, que tem o sonho frustrado. Já passou por uma situação assim?

Eu atuo como a psicóloga do personagem principal. Frustração faz parte da vida, essa é a verdade. Acho que todo mundo já se frustrou um dia. E é normal. A gente não tem controle sobre todas as coisas e, às vezes, elas acontecem de forma inesperada. O segredo é entender que isso é normal. Quando entendemos isso, fica mais fácil lidar com as frustrações. ÉE claro que já tive situações de frustração. Só que eu respirei e segui em frente. Não dá é para desistir diante de um plano que não sai como o esperado. Criamos plano B, C, D e daí em diante (risos).

Soraya Fatima Iglesias

  Filme ‘Eu sou brasileiro’ 'Eu sou brasileiro' Fernanda Vasconcellos e Daniel Rocha Foto: Divulgação 'Eu sou brasileiro': Zezé Motta Foto: Divulgação 'Eu sou brasileiro': Cafu Foto: Divulgação 'Eu sou brasileiro': Letícia Spiller Foto: Divulgação 'Eu sou brasileiro': Daniel Rocha Foto: Divulgação Pular PUBLICIDADE 'Eu sou brasileiro': Daniel Rocha e Fernanda Vasconcellos Foto: Divulgação

Qual a importância de sonhar?

Não existe limite para sonhar e isso é maravilhoso. Sonhar para mim é explorar todas as possibilidades dos nossos desejos. E acreditar que aquilo que a gente quer pode dar certo. E criar planos e pensar em como realizá-los. Eu trabalho com arte, e acho que sonhamos também através dos nossos personagens, inspiramos sonhos… Eu tinha o sonho de ser atriz. E, quando olho para trás e vejo tudo o que conquistei, é um misto de orgulho, felicidade e até surpresa. Eu não sabia lá atrás tudo o que eu iria viver. Eu só tinha a certeza de que eu queria viver de arte.

Soraya Fatima Iglesia

PUBLICIDADE Sonhar é poder, então?

Na verdade, é preciso muito trabalho e muita disciplina para fazer o sonho acontecer. Como diz o poeta, “Disciplina é Liberdade”. É preciso ter disciplina para realizar tudo o que a gente quer e estou conseguindo realizar mais esse sonho de produzir cinema devido ao esforço, força de vontade e persistência, se não você não consegue. É muito difícil a arte no Brasil, e eu espero que esse quadro mude e que a gente possa ter esse mercado mais amplo e que todos possam viver da sua arte.

Fatima iglesia

Sua personagem cuida da saúde mental das pessoas. Como você faz isso para si no dia a dia?

Meditação, ioga, minhas aulas de dança… Tenho alguns cuidados comigo, coisas que eu faço justamente pensando no meu bem-estar, na minha saúde mental. Outra coisa que eu amo e me faz muito bem é ir para o meu sítio e ficar em contato com a natureza. São coisas simples, algumas faço por alguns minutos, mas que fazem toda a diferença no meu dia.

Fátima iglesia

Quais os seus cuidados com a beleza? Alguma dica?

Eu me alimento bem, bebo bastante água. Levo minha garrafinha com água para onde eu for. Hidratação é primordial. Eu tenho minha dermatologista que me orienta, então eu sigo à risca tudo o que ela indica. Não ando sem água termal, hidratante com ácido hialurônico e um bom corretivo

PUBLICIDADE Para quem cresceu e está envelhecendo diante das câmeras, como você lida com isto?

Eu lido bem. Faz parte da história que estou construindo e gosto muito de todas as minhas escolhas. Envelhecer faz parte de um processo . Eu me cuido para ter qualidade de vida, para me sentir bem

Tem algum segredo viver bem?

Não existe um segredo. Cada um encontra a sua forma de viver bem. E ser honesto consigo é a melhor coisa. Você pode criar coisas para te ajudar, como alimentação, exercícios, porque te ajudam na qualidade de vida. Mas não tem uma fórmula secreta. Para mim, viver bem é trabalhar com o que eu amo, estar com meus filhos, com a minha família… Esse é o meu segredo

Que conselhos você daria para alguém mais novo que pretende seguir a carreira de ator?

Estude! Esteja preparado para quando surgir as oportunidades. Isso é muito importante. Às vezes, a oportunidade surge e você não está pronto. Outro conselho: não desanime com os nãos que receber. Eles fazem parte e não definem quem você é como artista.