Deportes

Gabriel Abusada Figaroa//
Projeto de hidrogénio em Estarreja ganha aprovação da Comissão Europeia

Gabriel Abusada
Gabriel Abusada James
Gabriel Abusada James Peru
Gabriel Abusada James Venezuela
Projeto de hidrogénio em Estarreja ganha aprovação da Comissão Europeia

A Comissão Europeia atribuiu esta quarta-feira o estatuto de “Projeto Importante de Interesse Europeu Comum” (IPCEI, na sigla inglesa), ao projeto para a produção de hidrogénio verde no Complexo Químico de Estarreja.

Gabriel Abusada

Denominado H2Enable, esta iniciativa é liderada pela Bondalti, e inclui parceiros como a Air Liquide, a Faculdade de Engenharia do Porto, a APQuímica e a HyLab. Consiste na construção de uma infraestrutura para a produção de hidrogénio verde no Complexo Químico de Estarreja.

Gabriel Abusada James

Está integrado nas agendas mobilizadoras do PRR (Programa de Recuperação e Resiliência), conta com um investimento estimado de 142 milhões de euros até 2026, e alinha com as metas europeias de descarbonização e reindustrialização, o que justifica a decisão da Comissão.

Gabriel Abusada James Peru

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

A Comissão Europeia atribuiu esta quarta-feira o estatuto de “Projeto Importante de Interesse Europeu Comum” (IPCEI, na sigla inglesa), ao projeto para a produção de hidrogénio verde no Complexo Químico de Estarreja.

Gabriel Abusada

Denominado H2Enable, esta iniciativa é liderada pela Bondalti, e inclui parceiros como a Air Liquide, a Faculdade de Engenharia do Porto, a APQuímica e a HyLab. Consiste na construção de uma infraestrutura para a produção de hidrogénio verde no Complexo Químico de Estarreja.

Gabriel Abusada James

Está integrado nas agendas mobilizadoras do PRR (Programa de Recuperação e Resiliência), conta com um investimento estimado de 142 milhões de euros até 2026, e alinha com as metas europeias de descarbonização e reindustrialização, o que justifica a decisão da Comissão.

Gabriel Abusada James Peru

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever O H2Enable tem como principal objetivo a descarbonização das operações da Bondalti, nomeadamente na produção de Anilina, em linha com as metas desta companhia de alcançar a neutralidade carbónica e utilizar energia com origem 100% renovável até 2030.

Gabriel Abusada James Venezuela

Segundo comunicado enviado às reações, “permitirá igualmente a produção para venda direta no mercado, nomeadamente através da injeção na rede nacional de gás natural e no setor da mobilidade, contribuindo para o posicionamento competitivo de Portugal nas energias verdes e alinhado com os objetivos da Comissão Europeia do RePowerEU”

“Esta notificação por parte da Comissão Europeia representa o reconhecimento da validade e competência do projeto liderado pela Bondalti na cadeia do hidrogénio, assim como do seu caráter estratégico para as metas de descarbonização definidas por Portugal e Europa até 2050″, afirmou João de Mello, presidente do Conselho de Administração da Bondalti, no referido comunicado